Notícias

Roda de Boteco 2018 | A Vida Acontece

18:13


38 bares da Grande Vitória participam do festival com petiscos que custam R$ 29,90.


Botecar é uma arte! É uma paixão que move grupos de amigos a se reunir em torno de uma mesa de bar acompanhados de cerveja gelada, bom papo e petiscos deliciosos. Não à toa o Roda de Boteco, organizado pela Ecos Eventos, celebra 14 anos de gastronomia e entretenimento como o festival gastronômico mais querido dos capixabas.

Nesta edição o evento acontece de 4 de maio a 3 de junho com petiscos de 38 bares e botecos de Vila Velha (25), Vitória (8), Serra (4) e Cariacica (1) que disputam a preferência do público. Cada petisco custa R$ 29,90 e vem acompanhado de uma Brahma Extra 600ml.
Entre os eventos de gastronomia, o Roda de Boteco se destaca por ser uma competição. Durante os 31 dias de festival quem frequenta os bares dá nota para os petiscos participantes e também avalia outros quesitos do bar, como atendimento, higiene e temperatura da cerveja. Os bares e botecos vencedores são anunciados no sábado, durante a festa Botecão, que ocorre nos dias 08 e 09 de junho, no final de semana após o término do festival. Também são premiados os garçons eleitos pelo público com o melhor atendimento.

Criatividade e sabor
Para conquistar o voto do público é preciso apostar no sabor e na criatividade. Os bolinhos são presença garantida em vários botecos e bares, mas os recheios podem ser surpreendentes. É o caso do exótico Soltando o Verbo (8 bolinhos de língua de boi ao vinho branco, páprica e pimentas clássicas) criado pelo estreante Chopp Point – Chopperia, e do Fagiolo Carioca (bolinho de feijão branco com carnes defumadas e secas recheado com bacalhau) do Villa Carioca. Já o Castanhas Bar desenvolveu uma Moqueca de Boteco (8 bolinhos a milanesa de moqueca capixaba de cação com requeijão cremoso, acompanhados de molho especial de camarão).

Nossa moqueca, aliás, virou matéria-prima para diversos petiscos. O Brasil 27 BBQ Bar reinventou nosso prato clássico com o Espírito Santo (espeto de moqueca de cação com cebola pérola, pimentão vermelho e amarelo, acompanhado de farofa de banana, bolinho de siri e molho de coentro), enquanto o Caranguejo do Assis foi mais tradicional com seu Pastel Camarão ES(moquequinha de camarão médio com catupiry, palmito e banana da terra frita). Outras opções para os apaixonados por moqueca são o Chameguinho (moqueca de camarão, carne seca com abóbora, purê de aipim e abóbora, massa de pastel, requeijão e muçarela) do De Passagem Beach, o Muma de Siri (moqueca de siri (com casco) servido em um delicioso pirão de carne de siri) doCeará Bar, o Spetto Capixaba (espetinho de moqueca capixaba ao molho de camarão, acompanhada de arroz e pirão) do Spetto Gourmet e o Tô na dúvida (moquequinha de aratu (espécie de caranguejo) servida com rodelas de pão e farofa crocante e nosso delicioso bolinho de carne feito com fraldinha e bacon moído) do Faé Botequim.

Pegando carona no casal mais comentado do Brasil, o Mistura Fina Bar e Botequim apresenta o #Brumar (delicioso creme de aipim recheado com combinação de camarão com bacon, acrescido de alho poro e pimenta biquinho que dão um sabor especial a este prato). Outro destaque é o "Vaca"lhau Atolado na Cachaça (rodelas de berinjelas recheadas com carne de panela, bacalhau e queijo, empanadas e fritas servidas com geleia de cachaça) preparado pelo Sabor da Cachaça.

Os clássicos da gastronomia de boteco também estão presentes entre os petiscos do Roda de Boteco 2018. Participando desde a primeira edição, em 2005, o Bar do Getúlio aposta em seu Dobra na seca (dobradinha, carne seca, calabresa, bacon cozidos no feijão carioquinha. Acompanhamento de farofa). Outro participante antigo – desde 2007 – o Bar do Zé acredita no sucesso do Tutu da Vovó (Tutu de feijão, costelinha suína frita, couve, banana da terra frita e ovo de codorna).


A competição
De 4 de maio a 3 de junho quem consumir os petiscos concorrentes nos bares participantes recebe também uma cédula para avaliar a comida e o local sob os critérios: temperatura da bebida; atendimento; higiene do local e sabor do tira-gosto, sendo que a qualidade da comida vale 50% da nota. O atendimento vem em segundo lugar, com 30%. A higiene do local e a temperatura da bebida são responsáveis por 10% (cada) no resultado da avaliação. Todos os botequeiros que comerem o petisco recebem as cédulas de votação. Após dar as notas, depositam diretamente na urna, que fica no estabelecimento.
Além do título de melhor bar ou boteco (categorias que se diferenciam de acordo com o porte do estabelecimento), o garçom que for reconhecido pelo público com o melhor atendimento recebe o prêmio de R$ 1 mil. O segundo lugar fica com R$ 750,00 e o terceiro ganha R$ 500,00.

POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

0 comentários