Beauty

Diário de um Cabelo Crespo

17:54

Olá pessoal!!!

Esse é meu primeiro post e ele FINALMEEEEEEEENTE saiu.
A princípio, fui convidada para fazer posts sobre customização, contudo, recentemente passei por uma mudança capilar "radical" e resolvi falar sobre isso. 
Mas não estou falando de qualquer cabelo, estou falando de cabelo CRESPO.

Minha mãe sempre cuidou muito do meu cabelo, mas por ser sempre comparada com minhas colegas de sala que tinham o cabelo liso e que balançavam como eu queria, eu cedi a pressão e decidi fazer um relaxamento.
Primeiro eu usei Amacihair, mas como o meu cabelo é crespo funcionou como um alisamento e o resultado não ficou como o esperado. Depois de alguns meses eu troquei pela Guanidina, que é um produto bem famoso para alisamento, mas o resultado foi o mesmo.

Foi então que minha tia começou a fazer um tratamento no Beleza Natural e falou para eu fazer também. Comecei a fazer e gostei muito do resultado, cortei um bom pedaço do meu cabelo, mas em compensação ele ficou com movimento e bonito. Ele não ficou cacheado como eu queria, de novo, porque ele era bem crespo, porém, foi o melhor tratamento que fiz. Mas ainda assim ele tinha suas grandes desvantagens. Primeiro: Muito caro. Segundo: Os produtos de cabelo só podiam ser os da linha deles, Terceiro: eu tinha que emplastar o cabelo de creme pra ficar definido, e por último e maior problema era que eu tinha que fazer quase todo mês porque quando a raiz ficava alta a diferença era grotesca e ficava muito feio.

E depois de anos fazendo o BN, eu desisti desse trabalho todo e decidi alisar de vez e fiz a escova inteligente. Ficou lindo. No início. Depois quando a raiz cresceu eu tive que começar a usar chapinha o que deu fim ao meu cabelo, ele quebrou e ficou muito seco. E para piorar, o que eu pensei que era impossível, decidi fazer a escova progressiva. Resumindo... Foi uma tragédia, meu cabelo nunca ficou tão fraco e quebrado como dessa vez. Eu passei um ano com o cabelo assim.



Quando passei para o terceiro ano minha rotina ficou muito apertada e meu cabelo demandava muito tempo, um tempo que eu não tinha porque estava estudando para passar no vestibular, e sem contar que ele estava horrível. E eis que então surge a mesma tia que sugeriu o tratamento do BN e pergunta porque eu não voltava a trançar como eu fazia quando era criança.





Claro que eu não pensei duas vezes para fazer isso. Eu cortei meu cabelo bem Joãozinho, o suficiente para minha mãe conseguir trançar meu cabelo nas tranças artificiais e pronto. Lá estava eu usando tranças de novo, e muito feliz. Foi a minha melhor decisão. A ideia era mesmo trançar até e o meu cabelo crescer e depois ver o que eu iria fazer. Mas o resultado com as tranças estava tão bom e era tão fácil a minha vida. Sem pente, sem creme, só lavar o cabelo com shampoo e condicionador um dia sim e um dia não. E pronto. A única coisa difícil era trocar as tranças, levava uns 3, quase 4 dias. Eu perdi vários feriados durante o ano porque era o único momento onde eu e minha mãe podíamos parar para trançar. Era muito difícil e bem corrido, mas quando acabava eu só tinha que me preocupar com isso em 3 meses depois.


Mas desde o ano passado eu venho tentando me acostumar com a ideia de tirar as tranças. Eu estava planejando fazer isso no final de 2015, pensei no que eu faria, mas eu sabia que eu só queria deixar ele o mais natural possível. A princípio, eu nem cogitava deixá-lo natural de verdade porque eu levava horas só para desembaraçar, mas depois eu passei a assistir vídeos na internet (links abaixo) que me inspiraram e vi que era possível manter meu cabelo natural mesmo com uma rotina apertada.
E no final de 2014 nas vésperas para o natal eu decidi destrançar meu cabelo sozinha, eu mal podia esperar para ver meu cabelo de novo. Passei umas duas madrugadas destrançando pra dar tempo de tirar tudo até o natal e consegui. Estava feito. Quando tirei lavei e pentei o meu cabelo eu tive a estranha sensação que ele sempre foi assim, eu pensei que demoraria a me acostumar, mas não. Eu nasci para ter esse cabelo, ele ficou muito bem em mim e sem fazer muito esforço. Eu amei o resultado.


Depois de anos de luta e de negação, hoje eu me sinto liberta, livre de química, livre de tranças, livre de pente ou o que seja. Hoje somos só eu e meu pinchain. Sem preocupações com o dinheiro para gastar, com a química para passar, acordar mais cedo para arrumar o cabelo. Nada disso. Acordo pronta e linda igual atriz da globo.


Esse meu diário e, como o próprio nome já diz, trata-se da MINHA experiência com o meu cabelo. Todos os métodos que eu usei funcionaram em outras pessoas que eu conheço, o próprio Beleza Natural é um grande exemplo e indico para qualquer pessoa, mas o que eu precisava mesmo era aceitar o meu cabelo como ele é. Não sou contra tratamentos, sou a favor daquilo que te faz sentir bem, e eu só consegui me sentir bem com meu cabelo natural.


Recomendo a todos que estejam indecisos ou que queiram dicas para cabelos cacheados e crespos a assistirem esses canais no youtube:
-Naptural 85



POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

1 comentários

  1. Olá Gabriela! Poxa, quantas mudanças né? Acho isso muito válido porque temos que tentar e ver o que realmente gostamos, mas achei muito legal você ter decidido ficar com seu cabelo natural, crespo e lindo do jeito que é. Você ficou linda de tranças, mas o cabelo crespo tbm ficou maravilhoso. :D

    ResponderExcluir