Filmes

85 anos de Audrey Hepburn

00:43


No dia 4 de maio de 1929 nascia, na Bélgica, Audrey Kathleen Ruston, uma estrela que brilharia além do seu tempo.
Seu tão famoso sobrenome veio quando, anos mais tarde, seu pai adicionou o sobrenome Hepburn, tornando-a Hepburn-Ruston.



Seu primeiro trabalho no cinema foi Dutch in Seven Lessons, de 1948. Apesar da pequena participação, Audrey ganhou alguns corações.

Em 1953, sua forma se tornou mundial. A mocinha estrelou “A princesa e o plebeu”, que conta a história de uma jovem princesa cansada de seus afazeres e compromissos reais. Ela então foge e se embriaga pela primeira vez, conhecendo e se apaixonando por Joe (Gregory Peck). Porém, o rapaz era um jornalista atrás de uma grande história sobre a realeza. Uma comédia romântica muito bonitinha.

No ano seguinte, em 1954, estrelou “Sabrina”, onde interpretava a filha do motorista que era apaixonada por um dos filhos do patrão, Linus (Humphrey Bogart). Os dois começam um improvável romance. David (William Holden), se vê obrigado a intervir, já que o namoro dos dois prejudicaria os negócios da família. Entretanto, também se apaixona por ela.

Em 1956, interpreta Natasha Rostov, no filme "Guerra e paz". O longa se passa em 1805, período anterior a Batalha de Austerlitztendo Napoleão dominado grande parte da Europa. Com a derrota da Áustria e Rússia pela França, os russos foram obrigados a assinarem um acordo de paz. O príncipe russo Andrei (Mel Ferrer), tornou-se prisioneiro de guerra e só foi liberto quando o tratado de paz foi assinado. Ao retornar, interessa-se por Natasha. Entretanto, a moça também era cobiçada por seu amigo Pierre (Henry Fonda), que era casado. Com a invasão francesa, os russos incendiaram as próprias casas, mudando para sempre seus destinos e a História.

Estrelou, em 1957, "Ciderela em Paris", que conta a história de Jo, uma funcionária de uma livraria que cai de paraquedas no mundo da moda. Tudo muda quando Maggie (Kay Thompson), editora e chefe da revista de moda Quality, usa a livraria como ambiente para uma sessão de fotos, levado as modelos e o grande fotógrafo Dick (Fred Astaire). Maggie encontra em Jo o "novo rosto da moda", convencendo-a, a muito custo, de ir à Paris para ser modelo. Contudo, as coisas não saem como planejado.
O filme tem uma música que eu adoro muito, chamada Funny Face (nome do título oficial do filme). Estará logo abaixo do trailer.



1961 é o ano do tão famoso “Bonequinha de luxo”. A trama se passa em Nova Iorque, onde Holly, uma garota de programa, toma a decisão de que tem que se casar com um milionário. Todos os dias pela manhã, a doce menina toma café em frente a loja Tiffany's, lugar que se sente a vontade para sonhar. Quando Paul (George Peppard), um jovem escritor sustentado pela amante, muda para o mesmo edifício que o seu, é que seus conflitos começam. A dúvida agora é deixar se levar pelo interesse no rapaz ou manter o plano de se casar com um milionário?
É nesse filme também que "Moon river" é mostrada ao mundo, sendo conhecida por pessoas de todas as idades. Vários artistas regravaram, entre eles, Frank Sinatra, o deus maravilhoso da música.


Em 1964, "My fair lady" estreia nos cinemas. Audrey interpreta Eliza Doolittle, uma mendiga que vende flores para conseguir alguns trocados para sobreviver. Em uma noite como qualquer outra, Eliza encontra Henry (Rex Harrison), um professor de fonética que aposta com seu amigo que poderia transforma-la em uma mulher aceitável para os padrões da época em seis meses. Seguro de si, a acolhe em sua casa, ensinando-lhe como as moças da alta sociedade deviam falar e se portar. Um filme longo, porém muito bom!

Hepburn, apesar da complicada vida amorosa, era (e ainda é) símbolo de beleza, feminilidade e ícone da moda. Além de tudo isso, também era humanitária. Sendo vítima de guerra, sentiu-se na obrigação de ajudar. Em 1987 tornou-se Embaixatriz da UNICEF. Passou seus últimos anos de vida visitando países, envolvendo-se em missões da Unicef, promovendo concertos com causa e dando palestras.
Em 1993, Audrey foi diagnosticada com câncer no apêndice e pouco depois, espalhou-se para o cólon. A atriz veio a falecer no dia 20 de janeiro de 1993.
No ano 2000, foi lançado "The Audrey Hepburn Story", uma homenagem a queridinha do mundo. Pode ser encontrado em duas partes no youtube. Como sou uma fofa, colocarei aqui pra vocês poderem ver o alvo da divisão de críticas entre os fãs. Tá em francês, áudio e legenda, mas é bom que você já começa a dominar outras línguas, assim como Audrey, que era fluente em italiano, inglês, espanhol, francês e neerlandês. 

Parte 1:

Parte 2:


Sua filmografia completa:
·                    1948 - Dutch in Seven Lessons
·                    1951 - Nous Irons à Monte Carlo
·                    1951 - Laughter in Paradise
·                    1951 - One Wild Oat
·                    1951 - O Mistério da Torre 
·                    1951 - Young Wives' Tale
·                    1952 - The Secret People
·                    1952 - Monte Carlo Baby
·                    1953 - A Princesa e o Plebeu
·                    1954 - Sabrina
·                    1956 - Guerra e Paz
·                    1957 - Cinderela em Paris
·                    1957 - Amor na Tarde
·                    1959 - A Flor Que Não Morreu
·                    1959 - Uma Cruz À Beira do Abismo
·                    1960 - O Passado Não Perdoa
·                    1961 - Bonequinha de Luxo
·                    1961 - Infâmia
·                    1963 - Charada
·                    1964 - Quando Paris Alucina
·                    1964 - Minha Bela Dama
·                    1966 - Como Roubar Um Milhão de Dólares
·                    1967 - Um Caminho Para Dois
·                    1967 - Um Clarão Nas Trevas
·                    1976 - Robin e Marian
·                    1979 - A Herdeira
·                    1981 - Muito Riso e Muita Alegria
·                    1987 - Amor entre Ladrões
·                    1989 - Além da Eternidade

Apesar do corpo físico de Audrey não estar mais presente, ela estará sempre viva em nossos corações. Parabéns, gata! Você arrasa muito!

POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

1 comentários

  1. Adorei o post, samanta!!! Me deu vontade de ver muitos desses filmes dos quais vc falou :))) vão entrar pra minha listinha!

    ResponderExcluir